31
maio
10

Thriller político de Polanski

Por Camila Bichuetti

Polanski ganhou o Urso de Prata de melhor direção pelo filme “O Escritor Fantasma”, porém quem recebeu o prêmio foram os produtores Robert Benmussa e Alain Sarde. Roman Polanski está em prisão domiciliar em Zurique, na Suíça, devido a algumas acusações de estupro pendentes nos Estados Unidos. Mesmo sem a presença do diretor, a equipe compareceu em peso ao 60º Festival de Berlim. Estavam presentes os atores Olivia Williams, Pierce Brosnan e Ewan McGregor, o escritor inglês Robert Harris, Alexander Desplat (autor da trilha sonora) e os produtores já citados anteriormente.

 Um pouco do filme:

Ewan McGregor encarna o “escritor fantasma” de um ex-primeiro ministro britânico, Adam Lang, vivido por Pierce Brosnan, semi-exilado em uma ilha nos Estados Unidos. Lang é acusado de querer participar da guerra ao terror dos americanos. O personagem de McGregor assume a posição de um outro escritor, morto misteriosamente enquanto finalizava apurações sobre a vida do biografado.

Como sabemos Polanski é um homem que gosta de contar histórias. Em 2007, depois do cineasta e de Harris interromperem os planos para a adaptação de “Pompéia”, o escritor sugeriu um novo projeto. Roman aceitou a proposta de braços abertos. Era como se tivesse encontrado o seu novo “Chinatown”. Começava então o projeto de “O escritor fantasma”.

 O filme começou a ser gravado no início de 2009, de fevereiro a maio, e o diretor foi preso em Zurique em setembro. Ainda assim, ele não interrompeu seu projeto. Continuou trabalhando à distância através de relatórios de pós-produção e DVDs.

O diretor, assim como Hitchcock, faz questão de abusar da ironia, sendo esta um toque essencial para o desfecho do filme. Ainda o comparando a Hitchcock, ele leva o personagem principal por um caminho onde todo o ambiente e clima é fundamental para o desenrolar da narrativa.

 Coincidentemente, o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, esteve recentemente envolvido em um inquérito sobre a guerra ao terror dos americanos. Mas o escritor Harris, havia escrito tudo muito antes disso acontecer. “Parece que tudo conspirou a nosso favor”, ele comenta. “É quase como se tivessemos previsto o que está acontecendo na Inglaterra.”

Assista ao trailer do filme:

Anúncios

0 Responses to “Thriller político de Polanski”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: