20
abr
10

“Be careful what you wish for”

Por Yumi Miyake

ASSISTA AO TRAILER ANTES DE LER!

Após ver o trailer, aposto que você se lembrou de Alice no País das Maravilhas. Ou da criação em stop motion de “O Estranho Mundo de Jack” de  Tim Burton. Pegando carona com o filme Alice, que estreia essa semana nas salas de cinema do Brasil, Coraline é baseado no conto de terror infantil do britânico Neil Gaiman,  publicado em 2002 na Inglaterra e nos Estados Unidos. Os olhares mais atentos certamente perceberão a semelhança de Coraline com o conto mais famoso de Lewis Carroll, por se tratar de uma menina que encontra um mundo paralelo, bem diferente do mundo em que está acostumada a viver.  A diferença porém está no fato de se tratar de um conto totalmente de terror (ainda que infantil).

O livro de Nel Gaiman, de 2002

Coraline se muda para uma nova casa com os pais, e desde a primeira cena já se sente o clima sombrio que paira sobre a casa. Como os pais dizem não ter tempo para brincar com a menina, Coraline começa a explorar sua nova casa sozinha. Um dia, se depara com uma porta secreta. Essa porta que a levará para outra dimensão, parecida com o mundo – que julga monótono – que vive, a não ser pelo fato das coisas aparentemente serem mais coloridas e divertidas e as pessoas terem botões no lugar dos olhos.  Toda vez que sente tédio ou que as coisas não dão certo em casa, Coraline  foge para esse mundo paralelo em busca de novas aventuras. O conto consegue brincar com essas duas dimensões, um mundo real e um imaginário, que muitas vezes as crianças acabam criando para fugir de seus problemas. Nesse outro mundo, Coraline tem uma “outra mãe” e um “outro pai” que dão toda atenção à menina, querendo sempre lhe agradar, mas seus olhos de botão parecem querer dizer outra coisa. São os olhos de botão que ajudarão a desvendar o mistério desse novo mundo mais sombrio e macabro do que o próprio mundo real.

O filme Coraline é uma animação em Stop Motion e tem Henry Selick na direção, o mesmo diretor de O Estranho Mundo de Jack (se engana quem pensa que esse filme é dirigido por Tim Burton, a criação é de Tim e foi ele quem o produziu, mas deixou a direção nas mãos de Selick). Lançado em 2009, tem Dakota Fanning (Amigo Oculto, Guerra dos Mundos, e o mais recente Lua Nova) dublando a menina de cabelos azuis Coraline.  A clara diferença entre o conto e o filme é que o filme tem um terror mais sutil e a animação é visualmente agradável aos olhos de uma criança. Já o livro exige dos leitores uma imaginação fértil para criar todo o ambiente contado no livro. As vezes a nossa imaginação causa mais transtornos e estranheza do que a própria realidade em que vivemos.

O diretor Henry Selick e Coraline

Coraline é mais um daqueles filmes que são aparentemente para crianças, mas que serve para adultos também.  O blog http://www.kadu.com.br/popular/coraline-conto-adulto-ou-infantil conta em primeira pessoa quais foram as suas impressões do conto de Neil Gaiman. “me deparei com algo que para mim deveria ser um conto infantil, mas que a medida que as páginas iam ficando para trás o conto passou a ter ares de terror.” diz em seu blog.  Se você é amante das histórias infantis com um pé no terror, vale a pena conferir!

Para entender um pouco como foi a produção desse filme, “Coraline” – THE BIGGEST SMALLEST MOVIE:

Trailer Oficial:

Anúncios

0 Responses to ““Be careful what you wish for””



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: