19
mar
10

Não é brilhante, mas recomendável

Por Betânia Soares

 

Lembranças (Remember me, 2010), dirigido por Allen Couter, chega sim a ser um bom filme, mas nem de perto é merecedor de indicações ao Oscar, por exemplo, a não ser que se criasse uma nova categoria para Melhor Apelo Emocional. A começar por Robert Pattinson como protagonista, o cobiçado vampiro da saga Crepúsculo e sensação do momento. Pattinson não é um mau ator. Dentro das possibilidades de um roteiro de filme adaptado de uma série de livros, que por si só já não costuma ser tão intenso ou detalhista quanto à história original, o jovem fez um bom trabalho. Este novo filme foi a chance que o ator teve de mostrar que não é só um rostinho bonito na tela, mas também um pouco de talento. Por vezes, ele pareceu exagerado demais ou chegou a lembrar Edward Cullen. No entanto, sua interpretação foi bem mais interessante que em Crepúsculo ou Lua Nova, este que, aliás, lhe rendeu indicação de pior ator coadijuvante no Framboesa de Ouro 2010. Taylor Lautner como Jacob roubou as atenções com seu novo corpo e com tempo em cena maior que o do vampiro.

Pattinson interpreta Tyler Hawkins, um jovem com problemas emocionais e familiares com um quê de justiceiro. Depois da morte do irmão mais velho, Tyler se vê diante do questionamento do típico herói moderno e emotivo: o que realmente importa na vida? (com direito até a citações referidas a Gandhi). Os conflitos mais barulhentos são com o pai, um bem sucedido advogado de Nova Iorque que está cada vez mais distante dos filhos, interpretado por Pierce Brosnan.

Nesse caminho tempestuoso, Tyler conhece Ally Craig, personagem de Emilie de Ravin, a Claire da série Lost. Ally é filha do policial Neil Craig, o ator Chris Cooper, que deixou Tyler dormir na prisão certa noite por causa de uma briga de rua e por enfrentá-lo, e, a princípio, o envolvimento dos dois jovens é um plano de usar esse relacionamento para atingir de alguma forma o pai da garota. Mas é claro que o heroísmo dado a Pattinson levaria o personagem ao fim óbvio. A história da garota também envolve um drama de morte. Quando criança, Ally viu a mãe ser assassinada no metrô de Nova Iorque. Esse é um fato ao qual não se dá tanta importância quanto à morte do irmão de Tyler, uma das pontas soltas do filme, história que, a princípio, fica só subentendida, sem se saber como ou por que aconteceu, e é revelada aos trancos só mais perto do fim.

Algumas coisas não são bem explicadas e, por conta disso, demoram a ser entendidas; são as tais pontas soltas. Depois de um filme todo de discussões, por exemplo, o conflito com o pai começa a ganhar outro rumo de forma meio desesperada, como se o fim precisasse ser resolvido logo. Num mistura de homem bruto explosivo com pai amigo, compreensivo e protetor.

Fora todo esse apelo dramático dado ao jovem inconformado, às brigas de família, à pequena irmã do personagem de Robert, que tem problemas com bullying na escola, ao romance que sofre alguns riscos durante a trama, nada se compara ao final do roteiro do iniciante Will Fetters. Claro que o final do filme não será revelado aqui, mas pode-se dizer que, mesmo sem que tenha sido um show de bilheteria nos EUA, deve ter emocionado alguns corações por lá. Ele é do tipo que faz com que o espectador saia do cinema sem se lembrar que pouco menos de duas horas de filme dos 128 minutos totais podem não ter sido lá aquelas coisas. Mesmo sem grandes complexidades no roteiro, Lembranças vale a pena. É surpreendente e compensador.

 

 

Anúncios

1 Response to “Não é brilhante, mas recomendável”


  1. março 26, 2010 às 5:44 am

    Acho que vale a pena falar da atuação da irmã de Tyler, Ally! a MENINA AO MEU VER TEM UMA ATUAÇÃO BRILHANTE! Gostei do filme..não acho que seja merecedor de um Oscar também, mas tem mensagens maravilhosos em seu decorrer e uma moral bem interessante. Vale a pena!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: